Reencontro



Luci Afonso

(Para Marco)


A palavra me chamou, baixinho:
— Volta! Estou com tanta saudade...

Temendo nova separação,
Fui bem devagar ao seu encontro.

Afinal nos reconciliamos:
Hoje passeamos ao pôr-do-sol
E fazemos amor de madrugada.

Eu a trato com doçura;
Ela me chama de meu bem
E faz chuva quando quero dormir.

Não sinto mais a tristeza das manhãs.
Estou feliz
E assustada também.

Postagens mais visitadas deste blog

Os personagens e seus nomes

Roupa de época

A escrita de uma crônica*