Encontro Inevitável




(Letra e música de Nestor Kirjner)



Este país já não vive sem ti.
Esta nação já é o teu coração.
Quantos brasis tua mão inventou!
Quantos brasis concebeu!
Tu vieste, eu sei, do Japão,
e aqui teu filho nasceu.
Tu vieste, eu sei, do Japão,
e aqui teu filho nasceu.

Esta mulher de beleza sem par,
olhos puxados, é brisa do mar.
Invenção de Deus, faz sonhar!
Invenção do Amor, vou-te amar.

Ô ô!
O encontro inevitável do amor!
O encontro inevitável do amor!
O encontro inevitável!
A paz!
Japão!
Brasil!
Miscigenação!

(Refrão)

(nestorkirjner@terra.com.br)

Postagens mais visitadas deste blog

Roupa de época

Os personagens e seus nomes

A escrita de uma crônica*