Pular para o conteúdo principal

Istrogonofe com safrão*



Luci Afonso

— O que tem de almoço, Ana?

— Fiz istrogonofe, Ci.

— Por que está amarelo desse jeito?

— Tava muito branco, pus um pouquinho de safrão.

— Oba! Você fez mousse de chocolate?

— É arroz doce, Ci. O açúcar parece que queimou demais.

— O baixinho almoçou?

— Igual um leãozinho.

— Ele comeu o strogonoff desse jeito?

— Não, ele quis núguets com molho babicu. E um copão de Coca-Cola!

— Levou o quê de lanche?

— Orkut e chips.

—Tem café novo, Ana?

— O pó acabou, Ci. O coador também.

— Vai lá comprar. Estou doida para tomar um café.

— Tem outro problema.

— Qual?

— Vieram cortar o gás.

— Por que você não me ligou?

— Não gosto de incomodar a Ci. O moço disse que se pagasse na hora, não cortava.

— Ai, ainda bem! Você pagou?

— Não tinha mais dinheiro.

— E o que eu deixei, Ana?

— Gastei na floricultura. Ci gostou das gerbras, gostou?


*Texto republicado em homenagem à memória de Ana Cleide Lima e Silva, que faleceu anteontem, aos 37 anos, e será sepultada hoje, às 17 horas, no Cemitério São Francisco de Assis, em Taguatinga.

Ana partiu cedo, mas deixou muita alegria em nossas vidas.